Notícias

Votação da reforma da Previdência na CCJ fica para terça-feira

A votação do parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CJJ) da Câmara dos Deputados sobre a reforma da Previdência acontecerá na próxima terça-feira (23).

A previsão na CCJ era votar o parecer, favorável à proposta, ontem (17), porém não houve consenso sobre o texto que garantisse votos suficientes para a aprovação. A votação na próxima semana está condicionada a mudanças que ainda estão sendo negociadas.

Para o ministro da Economia, Paulo Guedes, o adiamento foi motivado por "pequenos desajustes" e pela "relativa inexperiência" de novos deputados.

Apesar de ainda não existir acordo fechado quanto à proposta, o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, já admitiu ceder “com ajustes finos” para que a proposta passe na CCJ. Sem apoio efetivo das lideranças governistas, a linha de defesa da equipe econômica foi evitar desidratar muito a proposta nessa fase. Marinho teve que entrar em campo para tentar consertar o estrago da articulação política.

Os quatro pontos em que pode haver consenso até terça-feira são a retirada do fim do pagamento de multa do FGTS para aposentados, a possibilidade de se alterar a idade máxima da aposentadoria compulsória para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) por projeto de lei complementar, exclusividade da Justiça Federal do Distrito Federal para julgar processos contra a reforma e dispositivo que garante somente ao Executivo a possibilidade de propor mudanças na Previdência.


 Leia mais: O Estado de SP/ G1
 
C.G/N.O
 

Postado

17.abril | 2019


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb