Notícias

Protesto mostra a falta de infraestrutura do campus da UFSC em Curitibanos

APUFSC

Aconteceu nesta quinta-feira (13) um protesto no campus da UFSC em Curitibanos com o intuito de chamar a atenção para as demandas de infraestrutura do local. O protesto foi organizado pelos professores filiados ao Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina  (Apufsc-Sindical) na cidade e contou com a presença dos estudantes dos cursos de Medicina Veterinária, Engenharia Florestal e Agronomia.

O motivo principal do protesto foi a obra do novo prédio do campus que está com o cronograma de planejamento e execução atrasado em dois anos e meio. A obra, que está com a licitação aberta até o dia 25 deste mês, tem previsão de custo de R$ 25 milhões e irá ocupar um espaço de 2 mil metros quadrados, mas a preocupação é que nenhuma empresa participe da licitação, como já aconteceu em outra ocasião. O representante da Apufsc em Curitibanos, Marcelo Callegari, acredita que na cidade há poucas empresas capacitadas para uma obra com essa dimensão, o que preocupa os professores, estudantes e servidores.

O novo prédio abrigará laboratórios dos três cursos e gabinetes para os professores. O protesto também teve como intuito mostrar as condições precárias de infraestrutura geral do campus, que não tem Restaurante Universitário e que conta com uma Biblioteca que já não comporta a demanda do campus.

A manifestação começou às 13h e mais ou menos 200 pessoas participaram. Os alunos de medicina veterinária fizeram um panelaço e os professores se vestiram com coletes e capacetes imitando funcionários de obras. “Queremos mostrar a insatisfação dos docentes e dos alunos. A reitoria está trabalhando, mas a falta de planejamento da gestão atual e da anterior, no que se refere à infraestrutura ao longo prazo, compromete as condições de trabalho, a qualidade de ensino, pesquisa e extensão”, reclama o professor Callegari.

Ao final do protesto, os professores e alunos fizeram um cinturão em volta do terreno da futura obra e marcaram o local com estacas e fitas sinalizadoras para mostrar o espaço onde deveria estar o prédio de cinco andares.

Veja galeria de fotos

Manchete

Professores e alunos reclamam do atraso nas obras de novo prédio


Postado

13.novembro | 2014


Tags

Curitibanos, Protesto.


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb