Notícias

Estudantes da UFFS desocupam prédio da reitoria

Após três semanas ocupando a sede da reitoria da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), em Chapecó, assembleia estudantil votou nesta quarta-feira (18) pela desocupação do espaço. A decisão acontece após o Conselho Universitário (Consuni) aprovar todos os pedidos feitos pelo Movimento Ocupa UFFS. Às 12h desta sexta-feira (20), os cerca de 200 estudantes já tinham deixado o local. Além de limpar e organizar o espaço, eles se comprometaram a doar os alimentos armazenados durante a ocupação.

O Consuni ainda deve se reunir até o dia 30 de setembro para deliberar o pedido de recomendação da destituição do cargo do novo reitor, Marcelo Recktenvald.

Ainda ontem pela manhã, a Juíza Federal Substituta, Heloisa Menegotto Pozenato, havia negado a reintegração de posse solicitada por Recktenvald. A juíza afirmou que não haveria razão para reintegração forçada, uma vez que o Consuni ainda se reuniria para dialogar e buscar o consenso com os alunos. Na sexta-feira passada (13), foi criada uma comissão entre docentes, técnicos administrativos e estudantes para negociar a desocupação da reitoria. 

A manifestação ocorria desde o 29 de agosto como um protesto à nomeação de Marcelo Recktenvald para o cargo de reitor da instituição. A decisão foi feita pelo governo de Jair Bolsonaro, ainda que em consulta pública na universidade Recktenvald tenha ocupado a terceira colocação na lista tríplice. 

Reivindicações

Foram cinco as solicitações feitas pelo movimento estudantil e atendidas pelos conselheiros da UFFS:

  • O Conselho Universitário deve convocar sessão especial, a ser realizada até o dia 30 de setembro, para deliberar sobre o pedido de recomendação da destituição de Marcelo Recktenvald do cargo de reitor;

  • Antes desta reunião, deve ser convocada uma assembleia em caráter consultivo com toda comunidade universitária, a fim de se manifestar sobre a proposta de destituição de Recktenvald do cargo de reitor;

  • O Consuni deve se reunir em sessão especial, até o dia 30 de setembro, para deliberar sobre a não adesão da UFFS ao programa Future-se;

  • Anteriormente, deve ser convocada assembleia com a comunidade acadêmica para se manifestar, em caráter consultivo, sobre o programa Future-se;

  • O Conselho Universitário compromete-se em não prejudicar em âmbitos disciplinares e acadêmicos estudantes e servidores envolvidos com as manifestações.

 

Leia Mais: ND+

Manchete

O espaço deve ser liberado até às 12h desta sexta-feira (20)


Postado

20.setembro | 2019


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb