Notícias

Bolsonaro diz que vai nomear reitora da UFRJ

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (20) que vai confirmar a nomeação de Denise Pires de Carvalho como reitora da Universidade Federal do Rio de Janeiro ( UFRJ ). Denise foi escolhida pela comunidade acadêmica em primeiro turno da consulta eleitoral, com 9.427 votos, e confirmada pelo colégio eleitoral da instituição. A afirmação foi dada pelo presidente durante a cerimônia de entrega da Medalha do Mérito Industrial na sede da Firjan, no Rio. Em sua fala, Bolsonaro ironizou o fato de assinar a nomeação de uma mulher.

"Hoje, devo assinar aqui o nome da nova reitora da UFRJ . Tomei conhecimento a respeito dela, da lista tríplice, bem como de mais chegados, é a pessoa adequada para estar à frente da UFRJ . Eu disse reitora, já dei a dica de quem é. Eu agora sou o novo "homemfóbico"", disse.

A confirmação, ou não, do nome indicado pela comunidade acadêmica da UFRJ , maior universidade federal do país, era vista como um termômetro da relação de Bolsonaro com as instituições federais. De acordo com a Constituição, as universidades devem encaminhar ao presidente uma listra tríplice, a partir da qual pode ser feita a escolha do reitor. Desde o governo Lula, há a tradição de respeitar a escolha do colégio eleitoral das instituições e indicar o primeiro colocado da lista, mas isso não é uma obrigação legal.

Segundo um levantamento da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), sete universidades, incluindo a UFRJ , já enviaram a lista tríplice ao Ministério da Educação (MEC) e aguardam a nomeação do presidente. Outras duas instituições, que já têm reitores eleitos, devem enviar a lista até o final do mês. A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), no Mato Grosso do Sul,  terá que refazer a eleição a pedido do ministério. O órgão argumenta que teria ocorrido irregularidade no pleito, já que a UFGD incluiu na lista tríplice a vencedora no colégio eleitoral, Etienne Biasotto, e outros dois aliados dela, deixando de fora os candidatos derrotados.

Em entrevista ao jornal O Globo, a futura reitora ponderou que a assinatura de sua nomeação ainda não saiu, mas comemorou a declaração do presidente.

"Recebi com muita alegria essa notícia, toda comunidade está muito feliz. Foi uma vitória importante, em primeiro turno, e (minha nomeação) é o que a comunidade da UFRJ quer. Estamos confiantes de que vamos fazer um bom trabalho e seguir com a missão da universidade na formação de pessoal, trabalhar pela sua internacionalização. A minha carreira é feita na universidade e agora estamos brindando isso com a possibilidade de administrar a maior federal do país. São muitos os desafios", disse ela, que está em Pernambuco participando de um seminário.

Na terça-feira, a reitora irá a Brasília para uma reunião com o secretário de ensino superior do Ministério da Educação , Arnaldo Barbosa de Lima Júnior. Além de apresentar seu plano de trabalho ao secretário, Denise pretende pleitear que o bloqueio de verbas para a universidade seja revisto. A futura reitora receberá a universidade com um déficit de cerca de R$ 170 milhões.


Leia Mais: O Globo 

Manchete

Denise Pires de Carvalho foi escolhida pela comunidade acadêmica


Postado

20.maio | 2019


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb