Notícias

Aprovação da reforma da Previdência vai multiplicar fundos de pensão

Legislação determina que estados, municípios e DF criem regimes de previdência complementar para servidores

A reforma da previdência do governo Bolsonaro, se aprovada, terá o efeito de multiplicar os fundos de pensão, criando um boom no mercado previdênciário. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/19 prevê a criação, em até dois anos, de regimes de previdência complementar para servidores públicos municipais, estaduais e do Distrito Federal (DF).

De acordo com o Ministério da Economia, 2 mil dos 5.570 municípios brasileiros tem Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), como alguns servidores federais. O resto utiliza o regime geral. Nos estados, 10 oferecem previdência complementar, como o Funpresp oferece aos servidores federais, 7 já têm lei aprovada nesse sentido, e o restante possui projetos em tramitação no legislativo.

Em entrevista ao Correio Braziliense, o secretário especial da Previdência, Leandro Rolim, diz que a exigência em relação aos estados e municípios deve gerar “um aumento expressivo na oferta do serviço”, mas também espera que os fundos de outros estados ou até mesmo a Funpresp possa absorver parte da demanda. “Rondônia, por exemplo, aderiu ao fundo de pensão de São Paulo.”

Existe um Projeto de Lei em tramitação na Câmara dos Deputados que permitiria à Funpresp administrar a aposentadoria de servidores estaduais.

Rolim também falou da necessidade de modernizar a governança dos fundos de pensão, e reforçar regras e fiscalizações. “Isso é um assunto para nos dedicarmos depois da reforma”, diz. A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), agência reguladora do setor, poderá ser fortalecida, absorvendo tarefas que hoje cabem à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Leia mais: Correio Braziliense

Manchete

Legislação determina que estados, municípios e DF criem regimes de previdência complementar para servidores


Postado

15.abril | 2019


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb