Notícias

Assédio Moral: um mal que deve ser denunciado

“Assédio Moral. Um mal concreto, invisível e letal”. Esse é o slogan da Campanha contra o assédio moral promovida pelo Sinasempu (Sindicato Nacional dos Servidores do MPU e CNMP). Por meio de uma cartilha, a entidade esclarece aos servidores e à sociedade acerca desse mal que pode provocar danos irreparáveis para a vida de qualquer pessoa.

A proposta do Sinasempu é fazer um alerta e tentar conscientizar a todos sobre a importância de se denunciar qualquer tipo de perseguição, exposição do trabalhador a situações humilhantes e constrangedoras, entre outros tipos de autoritarismo indevido.

Segundo a cartilha, o assédio moral no trabalho é qualquer exposição do trabalhador a situações constrangedoras de repetição, durante a jornada de trabalho, desestabilizando a relação da vítima com o ambiente de trabalho e desestimulando-o em seu desempenho nas funções de trabalho. Ele se configura pela degradação das condições de trabalho em que prevalecem atitudes e condutas negativas dos chefes com seus subordinados, ocasionando sérios problemas de saúde física e mental, algumas vezes levando à depressão.

O Assédio moral é um crime. O profissional que estiver sofrendo esse tipo de abuso deve denunciá-lo, à sua representação sindical, procurar a Secretaria Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) ou o Ministério Público do Trabalho (MPT), que adotarão as medidas cabíveis para solucionar o problema.

O Sinasempu, além de distribuir panfletos no Distrito Federal, promoverá palestras e outras ações sobre o tema para seus funcionários.

Leia a cartilha aqui

fonte: Sinasempu

Manchete

Por meio de uma cartilha, o Sinasempu esclarece aos servidores e à sociedade acerca desse mal que pode provocar danos irreparáveis para a vida de qualquer pessoa


Postado

1.dezembro | 2015


Tags

Assédio moral; Sinasempu


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb