Notícias

Audiência pública discute situação do plano de saúde da UFSC

Novo pregão deve considerar diferenciação de preço por faixa etária 

Cerca de 60 professores e técnicos da UFSC participaram nesta sexta-feira (16) de uma audiência pública convocada pela Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (Prodegesp) para discutir a situação do plano de saúde dos funcionários da universidade. O contrato com a Unimed, prorrogado duas vezes este ano, vence em novembro e a licitação para substituir a empresa já teve três chamadas, sem nenhum interessado. 

Estavam presentes na audiência pública a Pró-Reitora da Progesp, Carla Cristina Dutra Burigo, o diretor do Departamento de Atenção Social e à Saúde, Paulo Eduardo Botelho, e  o administrador da Coordenadoria de Saúde Suplementar (CSSU), André Luis da Rosa. 

Eles esclareceram que uma nova licitação está sendo preparada e que, entre as condições do novo pregão, estão a diferenciação de preço por faixa etária e a manutenção dos agregados que já integram o plano médico. Hoje, 6120 colaboradores acima de 59 anos representam 40% dos contratantes do plano da Unimed na UFSC. Segundo a Prodegesp, 737 titulares optam por realizar o plano de saúde fora desse sistema.  

Carla Burigo afirma que a manutenção dos atuais 2500 agregados é um pré-requisito estipulado pela UFSC para a negociação. No entanto, com o novo acordo, não haverá o acréscimo de novas pessoas nesta categoria. São entendidos como agregados, pais, avós, netos e filhos acima de 24 anos. Os dependentes — cônjuges, filhos de até 21 anos ou até 24 anos na condição de estudante — não sofreriam esse tipo de alteração. 

Burigo também mencionou a criação de um grupo de trabalho que estude um plano de autogestão a longo prazo. Participantes sugeriram a avaliação da Geap Autogestão, uma operadora de plano de saúde nacional responsável por atender servidores públicos federais. 

Durante a audiência pública, nem os representantes da Unimed, nem da reitoria souberam informar a alteração de valores por faixa etária. Os processos licitatórios publicados neste ano e o comportamento financeiro de Janeiro/2018 a Maio/2019 podem ser consultados através deste link.

Ilana Cardial 

Manchete

Novo pregão deve considerar diferenciação de preço por faixa etária


Postado

16.agosto | 2019


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb