Notícias

Falta de quórum impede deliberação sobre Greve Geral

Para ser validada, conforme o estatuto, votação eletrônica precisava da participação de, no mínimo, um quarto dos sindicalizados 

A consulta eletrônica feita pela Apufsc para decidir pela adesão ou não à Greve Geral do dia 14 de junho não teve o número de votos necessários para ser validada.  

Para que a consulta fosse válida, era necessária a participação de, no mínimo, um quarto dos 2731 filiados em dia. Houve 590 votos, correspondendo a 21,6%, do eleitorado. Faltaram 93 votos para que o quórum fosse alcançado. 

Do total de votantes, 65% optaram pela paralisação (386 votos) e 33% foram contrários (196 votos). Outros 2% votaram em branco (8 votos).

O Sindicato apoiou e esteve presente nas duas grandes mobilizações dos dias 15 e 30 de maio e indicou à categoria a necessidade de aderir à Greve de um dia na próxima sexta-feira, contra essa reforma da Previdência apresentada pelo governo ao Congresso e contra os cortes nos orçamentos das universidades.

“Nós, da diretoria, respeitamos o resultado, pois faz parte do processo democrático de uma consulta prevista no estatuto.” diz o professor Bebeto Marques, presidente da Apufsc. Agradecemos os professores que participaram e lamentamos a falta de quorum.  “Seguimos convictos de que os problemas causados pelas políticas governamentais precisam de respostas firmes e a paralisação de um dia, para ir às ruas junto com outras categorias, deixaria uma mensagem inequívoca do desacordo com as mesmas.”

O presidente lembrou que a adesão ou não à uma greve é sempre uma decisão individual. “Mas uma decisão coletiva, regulamentada por lei, teria peso político diferenciado e maior”, afirmou Bebeto.

A votação online para decidir se a Apufsc deveria aderir ou não à Greve Geral começou na última segunda-feira (10), às 14h, e foi até as 18h de hoje. Antes da consulta, o sindicato realizou a primeira parte da  Assembleia Geral Extraordinária para discutir a paralisação. Para assistir à gravação, basta acessar este link
  
A cédula de votação foi definida durante a Assembleia e apresentada da seguinte forma: “os filiados da Apufsc-Sindical devem paralisar em adesão à Greve Geral do dia 14 de junho de 2019, contra os cortes nos orçamentos das universidades e contra o projeto do governo para a reforma da previdência?”.

Manchete

Para ser validada, conforme o estatuto, votação eletrônica precisava da participação de, no mínimo, um quarto dos sindicalizados


Postado

11.junho | 2019


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb